Plenário da Assembléia do Rio determina soltura do deputado Álvaro Lins

Rio de Janeiro – O plenário da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) decidiu hoje (30) soltar o deputado estadual Álvaro Lins (PMDB), preso ontem pela Polícia Federal. Ex-chefe da Polícia Civil do estado, o parlamentar havia sido preso, em flagrante, suspeito de praticar os crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva, formação de quadrilha armada e facilitação de contrabando.

Cinqüenta e cinco deputados estavam na sessão, dos quais 40 decidiram determinar a soltura do parlamentar, o que já havia sido pedido, na manhã de hoje, pela Mesa Diretora da Casa e pela Comissão de Constituição e Justiça.

A Alerj publica ainda hoje uma edição especial do Diário Oficial com a decisão do plenário. Assim que o documento for publicado, o deputado Álvaro Lins terá que ser solto.

———-
Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

%d blogueiros gostam disto: