Alimentação puxa alta de 0,87% no custo de vida em São Paulo

São Paulo – A alta nos preços dos alimentos foi a maior responsável pelo aumento de 0,87% no custo de vida na cidade de São Paulo, em maio. Segundo levantamento divulgado hoje (5) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a inflação de 2,40% dos alimentos contribuiu com 0,66 ponto percentual para a composição do chamado Índice de Custo de Vida medido mensalmente pela entidade (ICV-Dieese).

De acordo com o Dieese, nem a queda nos preço dos itens recreação (-0,67%) e equipamentos domésticos (-0,45%) evitou a alta 0,45 ponto percentual do ICV do mês passado, na comparação com o anterior, quando o índice fechou em 0,42%.

Os grãos, com alta de 6,90% no mês, foram os alimentos que mais subiram, seguidos por produtos da área de panificação (4,54%) e por aves e ovos (4,26%), aumentando o peso da inflação, principalmente sobre a população de baixa renda.

O levantamento do Dieese mostra que, para famílias com renda média de R$ 378 por mês, o custo de vida aumentou 1,28%. Para as que ganham em média R$ 934, a alta foi de 1,05% e para as que ganham R$ 2.793, de 0,68%.

Na comparação entre 2007 e 2008, também houve aumento na inflação de alimentos. No ano passado, a categoria havia registrado alta de 0,16% no mês, mais que 2 pontos percentuais a menos que agora.

———-

Vinicius Konchinski
Repórter da Agência Brasil

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: