Hillary diz que dará ‘forte apoio a Obama


Hillary Clinton
Ainda restam especulações se Hillary será vice de Obama

A senadora Hillary Clinton anunciou que abandonará a disputa presidencial democrata e irá anunciar seu apoio Barack Obama, em um evento que será realizado neste sábado, em Washington.

O anúncio foi feito pela própria senadora em um e-mail enviado aos seus correligionários.

”No sábado, eu darei os parabéns ao senador Obama e meu apoio à sua candidatura. Esta foi uma campanha longa e muito disputada, mas, como eu sempre disse, minhas diferenças com o senador Obama são pequenas se comparadas às diferenças que nós temos com o senador McCain e os republicanos”, afirmou Hillary.

”Eu havia dito ao longo da campanha que daria forte apoio ao senador Obama se ele fosse o indicado democrata e eu pretendo cumprir essa promessa.”

”Eu falarei no sábado sobre como podemos unir o partido em torno do senador Obama. O preço é muito alto e a tarefa diante de nós muito importante para que façamos o contrário.”

Gratidão

Na sexta-feira, a senadora promoverá uma recepção em sua residência, na cidade de Chappaqua, no Estado de Nova York, para membros de sua equipe.

No dia seguinte, em Washington, além do apoio a Obama ela pretende também reiterar sua gratidão a todos que a apoiaram, como já fez na mensagem que enviou nesta quinta-feira.

”Eu sei que ao continuar meu trabalho de uma vida inteira por uma América mais forte e por um futuro melhor, eu poderei contar com o apoio, a força e o compromisso que vocês demonstraram nos últimos 16 meses. E sempre manterei a fé sobre os temas e as causas que são importantes para vocês”.

Hillary conclui a mensagem dizendo: ”Nos últimos dias, vocês mostraram seu apoio mais uma vez, através das centenas de milhares de mensagens enviadas à campanha e, mais uma vez, estou tocada pela gentileza e consideração de vocês. Nunca poderei expressar minha gratidão, portanto, simplesmente direi: obrigado.”

Demora

O evento em que anunciará a sua retirada da campanha estava inicalmente previsto para sexta-feira, mas a campanha de Hillary informou que a mudança de data de modo a ser possível ”acomodar mais correligionários da senadora Clinton que pretendem comparecer”.

Na terça-feira, Hillary discursou em Nova York, mesmo dia em que Obama atingiu a marca de 2.118 delegados, necessária para selar a indicação democrata. Mas afirmou que não iria tomar nenhuma decisão naquele dia e iria consultar líderes partidários antes de decidir que rumo tomar.

O congressista de Nova York Charles Rangel, um de seus cabos-eleitorais mais próximos, fizeram críticas à demora da senadora em tomar uma decisão. De acordo com Rangel, a demora deixou seus correligionários ”no limbo” quanto a que decisão tomar.

Anúncios

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: