Deputados discutem por causa de indiciamento de autoridades na CPI do Sistema Carcerário

Brasília – Deputados da CPI do Sistema Carcerário discutiram hoje (25) por causa de pedidos de indiciamentos de autoridades do Mato Grosso do Sul, entre as quais o secretário de Segurança Pública, Wantuir Francisco Brasil Jacini. Os indiciamentos foram feitos pelo relator, deputado Domingos Dutra (PT-MA), no seu relatório final, apresentado ontem.

O deputado Nelson Trad (PMDB-MS), que foi designado para fazer parte da CPI a partir de hoje, pediu vistas regimental do relatório. Com isso, o relator acabou fazendo um desabafo, afirmando que se fossem aplicados os rigores da lei, seria de sua responsabilidade pedir o indiciamento de mais pessoas, além das mais de trinta, que ele pediu no relatório.

“Não se pode, em nome da irresponsabilidade de quem não fez, achar que está tudo certo. O secretário [do Mato Grosso do Sul] tentou destruir o trabalho da CPI”, disse Domingos Dutra. Ele afirmou ainda que Nelson Trad poderia pedir vistas do relatório, mas que arcasse com as suas responsabilidades.

O presidente da CPI, deputado Neucimar Fraga (PR-ES), informou ao plenário que vai encaminhar requerimento ao presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), pedindo a prorrogação do prazo de funcionamento da comissão, por mais quinze dias, para dar tempo para uma ampla discussão e para a votação final do relatório.

A CPI continua reunida, discutindo o relatório. O pedido de vistas ainda não foi decidido.

———-

Roberta Lopes
Repórter da Agência Brasil

Anúncios

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: