Porta-voz diz que Lula retomará defesa dos biocombustíveis na reunião do G8

Brasília (ABr/CJbb) – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltará a defender, na reunião do G8, os biocombustíveis, afirmando que eles não são responsáveis pela alta do preço dos alimentos no mundo. A reunião do G8, grupo dos sete países mais ricos do mundo e a Rússia, será na próxima semana no Japão.

“Existem vários fatores que estão causando essa inflação no preço dos alimentos, que vão desde a especulação no mercado de alimentos até o aumento do consumo, passando pelo aumento do preço do petróleo. O presidente pretende levar a mensagem de que essa crise tem que ser resolvida, não pode afetar as parcelas mais desfavorecidas da população, mas tem que ser resolvida de forma serena, buscando atacar as verdadeiras causas”, disse hoje (3) o porta-voz da Presidência da República, Marcelo Baumbach, ao conceder entrevista sobre a viagem do presidente Lula, que participará na reunião como convidado.

Segundo Baumbach, Lula voltará a defender que o etanol e biodiesel são combustíveis alternativos à emissão dos gases causadores do efeito estufa, além de cobrar dos mais ricos que assumam parcela de culpa pelas mudanças climáticas. No Japão, Lula participará ainda de encontros com os presidentes do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e do G5 (Brasil, Índia, China, África do Sul e México).

A viagem prevê passagens pelo Vietnã, Timor Leste e Indonésia, onde Lula terá encontros com chefes de governo e discutirá sobre energia, comércio, esporte, políticas de inclusão social e tecnologia. No Timor, único país da Ásia e Oceania que tem o português como língua oficial, Lula se encontrará com o presidente José Ramos-Horta, que ferido em fevereiro deste ano em um atentado e ficou hospitalizado mais de um mês na  Austrália.

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: