Representante da agricultura familiar defende mais investimentos em assistência técnica

Brasília (ABr) – O Plano Safra Mais Alimentos lançado hoje (3) incorporou medidas para incentivar a produção de alimentos, como a expansão da assistência técnica, a redução dos juros, os descontos para a aquisição de tratores e máquinas agrícolas e uma linha de crédito direcionada para a melhoria da infra-estrutura produtiva.

O coordenador da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul (Fetraf-Sul), Altemir Tortelli, disse que o plano traz um reforço para a assistência técnica, mas ainda é preciso investir mais na área.

“A assistência técnica é fundamental. Hoje temos um técnico para duas mil famílias, e precisamos de um técnico para 100 famílias. Se não houver essa mudança radical, não adianta ter tecnologia na Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] e nas universidades e ela não chegar até às famílias agricultoras”, defendeu.

O plano, que faz parte do Plano Safra da Agricultura Familiar, prevê a ampliação de 20 mil para 30 mil no número de técnicos em extensão rural. Já os recursos para assistência técnica e expansão rural passam de R$ 168 milhões da safra passada para R$ 397 milhões.

A integrante da Via Campesina Maria José da Costa acredita que o Plano Safra Mais Alimentos é a alternativa para conter a alta no preço dos alimentos. Mas defendeu que é preciso apostar na diversificação da produção de alimentos.

“Somente a produção camponesa diversificada, com a mão-de-obra familiar, é capaz de dar conta dessa missão de não deixar que os trabalhadores da cidade sofram com a inflação”, avaliou Maria José, que discursou na cerimônia de apresentação do plano, e afirmou que a reforma agrária é uma condição importante para ampliar a produção de alimentos da agricultura familiar.

A meta do plano é em três anos aumentar em 18 milhões de toneladas a produção de alimentos. Os produtos que têm maior meta de crescimento são o leite (28%), o milho (22%) e os suínos (20%). Atualmente, a produção anual da agricultura familiar é de cerca de 110 milhões de toneladas.

No total, o Plano Safra da Agricultura Familiar prevê R$ 13 bilhões em financiamento no período 2008/2009. Destes, R$ 6 milhões são destinados ao Plano Safra Mais Alimentos.

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: