Resumo dos Jornais de Hoje – 04/07/2008

O Globo


Desnutrição infantil cai 46% no país e 74% no Nordeste

Entre 1996 e 2006, o Brasil conseguiu reduzir quase à metade os principais índices que medem o impacto da pobreza sobre a saúde das crianças. A desnutrição infantil crônica diminuiu 46% nesses dez anos, de acordo com a Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS), divulgada ontem pelo Ministério da Saúde em Brasília. Na Região Nordeste, a redução chegou a 74%. No mesmo período, a taxa de mortalidade infantil caiu 43,5% no país. A desnutrição infantil aguda, que pode levar à morte, caiu 13% e foi considerada erradicada pelo professor Carlos Augusto Monteiro, da USP, autor do estudo. Agravaram-se, porém, os problemas de excesso de peso entre as mulheres. A parcela de mulheres obesas saltou de 9,7% para 16% (+ 64%). (págs. 1, 3 a 9)

Site do PRB de Crivella é ligado à Universal

O site do PRB, partido do pré-candidato a prefeito do Rio, Marcelo Crivella, foi criado por uma agência ligada a um pastor da Igreja Universal e diretor da Record. A agência é de responsabilidade da Gráfica Universal. Crivella e o diretor negam ligação. (págs. 1 e 10)

Pane de internet pára delegacias e bancos em SP

Uma pane no serviço de transmissão de dados e acesso à internet da Telefônica paralisou vários serviços no estado de São Paulo. Lotéricas, delegacias, bancos e grandes empresas passaram o dia com sistemas fora do ar. (págs. 1 e 29)

Lágrimas de acusado

O tenente Vinícius Ghidetti, acusado de entregar três jovens da Providência a traficantes, chora ao depor: “Quis dar um susto neles para não ficar desmoralizado.” (págs. 1 e 23)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo


Apagão da Telefônica corta serviços em SP

Uma pane na rede da Telefônica provocou um apagão da internet no Estado de São Paulo, deixando sem conexão residências, distritos policiais e órgãos públicos. Empresas de todos os portes, incluindo bancos, tiveram suas transmissões de dados afetadas. A Telefônica é a maior provedora do Estado, com 68% do mercado. As falhas começaram há dois dias, quando o Speedy, ferramenta de acesso à internet rápida da Telefônica, parou de funcionar, possivelmente por sobrecarga. No final de 2007, o Instituto de Defesa do Consumidor testou os serviços do Speedy com o comitê Gestor da Internet e verificou que o sistema era instável. A Anatel abriu investigação. Segundo a agência, a Telefônica terá de deduzir da assinatura dos usuários valor proporcional ao tempo de interrupção do serviço. Antônio Carlos Valente, presidente da Telefônica, pediu desculpas aos 2,4 milhões de assinantes do Speedy. Segundo ele, a falha foi grave e rara. (págs. 1 e B1 e B4)

Cotidiano

25 aviões sem sistema anticolisão não poderão mais operar, diz Anac. (págs. 1 e C5)

Brasileira faz sexo cada vez mais cedo, diz estudo

Pesquisa realizada pelo Cebrap, com financiamento do Ministério da Saúde, mostra que as mulheres no Brasil fazem sexo e têm filhos cada vez mais novas. De 1996 a 2006, o percentual de meninas que disseram ter tido a primeira relação aos 15 anos foi de 11,5% para 32,6%. A idade da mulher no ano do primeiro filho caiu de 22,4 para 21 anos. (págs. 1 e C1)

Fraude financiava em MG, aponta Promotoria

Investigados pela Operação João de Barro, da PF, desviavam recursos de prefeituras de Minas para campanhas, segundo o Ministério Público. João Magalhães (PMDB-MG) é apontado como beneficiário do esquema. O deputado nega. (págs. 1 e A4)

Editoriais

Leia “Vitória contra as Farc”, sobre libertação de reféns e “Piso de dignidade”, acerca de salários dos professores. (págs. 1 e A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo


Pane na Telefônica paralisa serviços públicos essenciais

Uma pane nos equipamentos da Telefônica, que começou às 22 horas de quarta-feira e até ontem à noite não estava diagnosticada, cortou o acesso à internet em 407 municípios paulistas. Serviços públicos municipais estaduais foram paralisados na capital. A Polícia Civil, o Detran e o Poupatempo trabalham com limitações durante todo o dia. Empresas privadas, bancos e residências também ficaram sem conexão. A Telefônica tem 2,2 milhões de assinantes do serviço Speedy – um quarto das conexões de banda larga do País -, mas não foi calculado o número de prejudicados. A Agência Nacional de Telecomunicações não definiu ainda que punições a empresa pode sofrer pelo transtorno causado. O Procon deu 24 horas para a companhia explicar o que ocorreu. Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), a Telefônica deverá por lei, abater da mensalidade dos assinantes o período em que o serviço ficou indisponível. (págs. 1, C1, C3 e C4)

Temporão perde força no PMDB e no Planalto

O ministro de Saúde, José Gomes Temporão, vem perdendo apoio em seu partido e no governo. O PMDB cobra mais agilidade na liberação das verbas. Já o Planalto avalia que o ministro produz polêmicas demais. (págs. 1 e A4)

Rio: “Era só um susto”, diz militar

O tenente Vinicius Andrade chora ao depor na Justiça. Ele disse que foi “fortuito” o encontro com bandidos do Rio a quem entregou três jovens que terminaram assassinados. (págs. 1 e C5)

Empresa comprada por donos da Varig é investigada

A Polícia de São Paulo investiga a Health Translating, empresa comprada pelos donos da Varig em operação de que participou o advogado Roberto Teixeira. A Health é suspeita de conexão com o tráfico de drogas. (págs. 1 e B1)

Ingrid sai em defesa de Uribe

Libertada pelo Exército após seis anos em poder das Farc, a ex-senadora Ingrid Betancourt declarou-se ontem favorável à idéia de o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, disputar uma terceira eleição. Ela concorria à presidência quando foi seqüestrada e agora é vista como potencial candidata. Ingrid fez um apelo para que Hugo Chávez (Venezuela) e Rafael Correa (Equador) ajudam Uribe a libertar os últimos 26 reféns mantidos pelas Farc. (págs. 1, A12 e A15)

Saúde depende da educação

Por falta de estudos muitas mulheres não sabem se cuidar. (págs. 1 e A18)

América Latina: Cuba prende oito dissidentes

Um deles estava livre desde agosto, após 13 anos de cadeia. (págs. 1 e A16)

Notas e Informações: A maior vitória de Uribe

Fica comprovado acerto da política adotada pelo presidente colombiano de dar combate sem quartel à narcoguerrilha, só aceitando negociar quando as Farc abandonarem as armas. (págs. 1 e A3)

Artigo: Dionísio Dias Carneiro

Economia real: A Fazenda se comporta como se morasse em outro planeta. (págs. 1 e A2)

————————————————————————————

Jornal do Brasil


Faculdade e mais salário para os policiais do Rio

O Ministério da Justiça anunciou dois programas para ajudar o Rio a sanear as polícias Civil e Militar. Um deles permitirá, aos 45 mil integrantes das duas corporações, ingressar em curso universitário voltado para segurança pública, com bolsas de estudo de R$ 400 somadas aos salários. O outro aplicará R$ 17 milhões num sistema informatizado destinado a identificar as impressões digitais de policiais que retirarem armas de repartições. (ágs. 1 e Cidade A12)

Operação do BC dá prejuízo de R$ 14 bi

Uma operação do Banco Central no mercado de derivativos, revelada ao JB por fontes do próprio banco, provocou prejuízo ao Tesouro Nacional, entre 2007 e maio deste ano, de mais de R$ 14 bilhões. Em nota, o BC alega que as operações não visam ao lucro ou prejuízo e o resultado depende do período de tempo analisado. (págs. 1 e Economia A18)

O choro do tenente da Providência

A Justiça Federal ouviu seis dos 11 militares que entregaram três jovens do Morro da Providência a traficantes. Líder do grupo, o tenente Vinícius Ghidetti de Moraes Andrade chorou e defendeu-se alegando ter sofrido pressão dos subordinados e, por isso, resolveu “dar um susto nos rapazes”. (págs. 1 e Cidade A15)

Apagão na web tumultua SP

A Telefônica cortou, por mais de 24 horas, serviços de internet da administração pública, bancos e outras atividades em São Paulo. O Procon pode multá-la em até R$ 3 milhões. A pane foi contornada ontem à noite, mas a causa ainda é desconhecida. (págs. 1 e País A4)

————————————————————————————

Correio Braziliense


Na internet, diploma falso sai por R$ 500

Quadrilhas oferecem certificados de conclusão de ensino e até histórico escolar em sites. Falsário promete ao Correio títulos de médico, engenheiro e jornalista de universidades renomadas como USP, UFMG e PUC. Em outro caso, vendedora garante ter conexões na Secretaria Estadual de Ensino em Minas Gerais para validar o documento. Operação da PF em março prendeu 34 pessoas, entre elas uma falsa médica que atendia pacientes havia dois anos. (págs. 1 e 10)

Piso de R$ 950 vai beneficiar 800 mil mestres

Novo piso nacional para os professores da educação básica que trabalham na rede pública começa a vigorar em 2010. Até lá, gestores de 12 estados e vários municípios que pagam menos de R$ 950 mensais terão que fazer ajustes nas escolas, dando prioridade a quem se dedica às salas de aula. (págs. 1 e 15)

Apagão virtual pára a maior cidade do país

Uma pane na rede de transmissão da Telefônica, concessionária de telefonia em São Paulo, interrompeu vários serviços públicos. Deixou bancos, lotéricas e grande número de empresas fora do ar por conta da falha na conexão com a internet. Na capital, polícia, bombeiros e Detran foram afetados. (págs. 1 e 14)

Mãos que se tocam

Seis anos após o seqüestro pelas Farc, o reencontro de Ingrid Betancourt e os filhos em Bogotá foi o triunfo de um amor em família. “Eles são minha luz, por eles segui com vontade de sair da selva”, disse. As Farc, desmoralizadas após a operação militar que teve colaboração de Israel e dos EUA, agora se dizem propensas a um cessar-fogo. (Págs. 1, 20 a 23, Tema do Dia e Visão do Correio, pág. 18)

Um terço das garotas faz sexo antes dos 15

Pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde revela que um terço das mulheres brasileiras tem a primeira relação sexual antes dos 15 anos de idade. O número de jovens iniciadas no sexo precocemente triplicou entre 1996 e 2006. E casos de gravidez na adolescência dobraram ao longo desses 10 anos. (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

Valor Econômico


Estados facilitam o uso de créditos de R$15 bi

Com pequenas iniciativas, os Estados brasileiros começam a dar solução para uma das maiores pendências entre o setor público e os exportadores – os créditos acumulados do ICMS. A maioria dos Estados não divulga o valor da nota de débito que mantêm com exportadores e com outras indústrias, mas com o estoque é estimado em cerca de R$15 bilhões. Minas Gerais, Bahia e Paraná têm cada uma conta superior a R$ 1 bilhão. Em apenas um programa, São Paulo estima liberar R$6,8 bilhões em créditos do imposto no setor automobilístico. Nos programas que têm sido adotados, vale permitir às empresas saldar a conta de energia elétrica com o imposto acumulado, como em Santa Catarina; vender os créditos para outras companhias, como no Paraná; e até estimular investimentos com o uso do crédito, como a bahia.

Por si só, os programas estaduais não são capazes de resolver todos os problemas do atual sistema de ICMS. Isso levou empresas como a JBS e a Paranapanema a tomar medidas surpreendentes para amenizar as perdas com as distorções tributárias criadas pela guerra fiscal. Numa iniciativa incomum, a JBS desenvolveu uma linha de argumentos jurídicos e articulou em torno dela o que pretende ser uma nova corrente para defender as empresas contra as autuações do Estado de São Paulo relacionadas à guerra fiscal. A empresa tem hoje 52 autuações sobre o uso de incentivos considerados ilegais pela Fazenda paulista, que lhe cobra R$ 70 milhões em ICMS, juros e multas, ao mesmo tempo em que o frigorífico detém na mesma fazenda R$100 milhões em créditos acumulados do imposto, sem perspectiva de recuperação a curto prazo. A Eleuma, do grupo Paranapanema, descobriu que as distorções do ICMS tornam mais barato importar um insumo do Chile do que comprar com a mesma matéria-prima da Caraíba Metais, que pertence ao mesmo grupo. (págs. 1 e 14)

BC elevará salários para manter pessoal

O governo vai editar uma medida provisória (MP) com reajustes salariais superiores a 50% para tentar estancar a saída de funcionários do Banco Central. Alguns dos servidores mais antigos só esperam o aumento para deixar a casa levando aposentadorias mais alentadas. Nos próximos três anos, 1773 funcionários do BC devem se aposentar, o que representa 34,5% do quadro de pessoal. Considerado um centro de excelência no serviço público, o BC sempre perdeu funcionários para a iniciativa privada e para o próprio governo. Alguns nomes conhecidos que deixaram o banco são Gustavo Loyola, Pedro Parente e Fábio Barbosa. Nos últimos anos, os salários no BC passaram a ficar abaixo dos de outras carreiras de Estado semelhantes. No início de carreira, um analista do BC ganha R$7.082,40, bem menos que os R$10.155,32 recebidos por um auditor da Receita Federal. A MP pretende elevar até 2010, o salário inicial no BC para R$12,9 mil e a remuneração máxima para R$18,5 mil. (págs. 1 e C1)

Indústria vende mais

As vendas da indústria aumentaram 1,1% de abril a maio, segundo dados da CNI. Na série sem ajuste sazonal, o crescimento foi de 0,9%. Frente a maio de 2007, chegou 5,3%. No ano, a expansão é de 7,9%. (págs. 1 e A3)

Oferta menor , demanda aquecida e a especulação na crise de commodities (Eu&Fim de Semana)


Escalada do petróleo

Os preços do petróleo bateram novos recordes ontem, ultrapassando pela primeira vez a marca de US$ 145 no fechamento. Em Nova York, o barril encerrou a US$ 145,29 e o Brent, em Londres a US$ 146,08 (págs. 1 e B12)

Idéias: Claudia Safatle

Cada ponto percentual na inflação agrega encargo de R$3,6 bilhões à dívida pública. (págs. 1 e A2)

Idéias: Marcio Garcia

Especulação não explica inflação de commodities. (págs. 1 e A13)

————————————————————————————

Gazeta Mercantil


O dia em que a internet de São Paulo ficou por um fio

Uma falha no Speedy — serviço de conexão à internet por banda larga prestado pela Telefônica em São Paulo — mostrou como as empresas e a população são dependentes desse tipo de comunicação. O problema começou na manhã de quarta-feira e, até o início da noite de ontem, a operadora não tinha a menor idéia do que provocara a interrupção do acesso à web a seus clientes. Foram paralisados serviços públicos como a expedição de documentos e boletins de ocorrência em delegacias. Profissionais liberais como corretores de seguro não conseguiam sequer fazer cotações de preços. Companhias de transportes foram impedidas de emitir passagens. Os problemas se acumularam de tal maneira que o presidente da Telefônica, Antônio Carlos Valente, entrou em contato pessoalmente com seus principais clientes e autoridades para desculpar-se pelo ocorrido.A empresa comunicou ter restabelecido às 20h30 os serviços na Grande São Paulo, no Vale do Paraíba e no litoral paulista, mas os problemas continuavam no interior. Também não confirmou ter encontrado um diagnóstico preciso do problema, apesar de esforços da equipe interna e fornecedores de tecnologia. (págs 1, A7 e A8)

Primeiro Plano: Linha branca cresce menos

As fabricantes de linha branca começaram a repassar a alta do preço do aço e o setor revisou para baixo o crescimento no ano. (págs. 1 e C3)

Plantar soja dará lucro dobrado

Mesmo com custos altos, grão trará o dobro de renda ao produtor. (págs. 1 e C6)

Inflação provoca fuga de capital externo da bolsa

O aumento da inflação no mercado global, impulsionado pela escalada do preço do petróleo e das commodities e aliado à queda do resultado das empresas nos mercados desenvolvidos, tem provocado um movimento de aversão ao risco por parte dos investidores estrangeiros, levando a uma fuga de capitais dos países emergentes. Só em junho, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registrou saída de R$7,415 bilhões de capital estrangeiro, acumulando saldo negativo de R$ 6,65 bilhões no primeiro semestre de 2008. A saída dos investidores externos, cuja participação é de 35,3% em relação ao volume negociado, levou o Ibovespa a acumular perda de 7,22% no ano. Ontem, a bolsa fechou em baixa de 3%, acumulando queda de 7,85% na semana. (págs. 1 e B1)

Opinião: Paulo Skaf

É absolutamente equivocada, e até desrespeitosa com a sociedade brasileira, a intenção de criar a CSS para “substituir” a CPMF. (págs. 1 e A3)

Opinião: klaus kleber

A economia é o mote da campanha eleitoral nos EUA. Mais importante, porém, é o rumo da política exterior americana no futuro. (págs. 1 e A2)

————————————————————————————

Estado de Minas


Cartel da gasolina é preso em Minas

Donos de postos combinavam preço dos combustíveis no Estado e no
Rio. Operação da Polícia Federal deteve 22 integrantes do esquema. (págs. 1, 12 e 13)

Motoristas movidos a álcool são de morte

Pesquisa com 1.663 vítimas do trânsito em três hospitais de emergência de BH mostra que três em cada 10 motoristas acidentados admitiram ter ingerido bebida alcoólica até oito horas antes. (págs. 1 e 23)

Ferro – Descoberta megarreserva de minério no norte de MG

Estudos indicam concentração de 10 bilhões de toneladas, uma das maiores do mundo, em Rio Pardo de Minas. (págs. 1 e 14)

Briga pela prefeitura vai custar quase R$ 50 mi

É esta a previsão de gastos de campanha de seis dos sete candidatos à PBH. A mais cara deve ser a de Leonardo Quintão, do PMDB (R$ 20 milhões). E a mais barata, a de Gustavo Valadares, do DEM (R$ 3 milhões). (págs. 1 e 3)

São Paulo – Pane na internet pára serviços e provoca caos (págs. 1 e 9)


Exército e IBGE abrem 819 vagas

São 119 postos de oficiais, com contracheque de R$ 5.512, no Exército. E 700 de agente censitário no IBGE – 90 em Minas. Salário é de R$ 600, mais auxílio para transporte e alimentação. (págs. 1 e 16)

————————————————————————————

Jornal do Commercio


Médico terá reajuste

Governo anuncia projeto contra a crise na Saúde que prevê melhores salários e mais rigor para plantonistas das emergências. Com remuneração equiparada à dos neurocirurgiões,eles terão que bater ponto, cumprir horários e ser mais produtivos. (pág.1)

Listão do TCE tem 719 gestores públicos com a ficha suja (pág.1)


Falta gasolina em alguns postos (pág.1)


Polícia começa fiscalização da lei seca (pág.1)


Ação nos bairros do Recife reduz focos de dengue (pág.1)

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: