Resumo dos Jornais de Hoje – 05 de julho de 2008

O Globo


Lei Seca para motoristas já reduz acidentes de trânsito

A Lei Seca para motoristas já reduziu o número de atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito em pelo menos três capitais – Rio, São Paulo e Goiânia. Na última semana, um levantamento feito em quatro grandes emergências pela Secretaria estadual de Saúde constatou que houve uma queda média de 17,3% no número de atendimentos a acidentados. Em São Paulo, a redução foi de 19%. A Associação de Restaurantes entrou com uma ação no STF contra a lei.

O ministro da Justiça, Tarso Genro, anunciou que o governo vai flexibilizar as restrições da lei e defendeu que a polícia aja com sensatez e analise cada caso. O Rio tem um milhão de carteiras de habilitação do modelo antigo vencidas e os motoristas precisam renová-las até 11 de agosto. (págs. 1, 14 e 15 e Tema em Discussão, pág. 6)

Ingrid: Lula ofereceu contato com as Farc

Sem relevar a data, a ex-senadora Ingrid Betancourt disse ontem em Paris que o presidente Lula ofereceu ao governo da Colômbia ajuda para fazer contatos com as Farc. Agora, ela vai pedir ao brasileiro apoio para libertar os 700 que ainda estão com a guerrilha. Desconhecendo a declaração de Ingrid, Lula afirmou que interviria somente em caso de pedido formal da Colômbia. O governo de Álvaro Uribe liberou imagens do resgate de Ingrid. (págs. 1, 31 a 33 e Zuenir Ventura)

ONG estrangeira será obrigada a se recadastrar

O governo deu prazo de 120 dias para todas as ONGs estrangeiras que atuam no país se recadastrarem no Ministério da Justiça. A que não cumprir a exigência será impedida de trabalhar. Decreto aumentará o controle sobre as ONGs. (págs. 1 e 13)

Príncipe manda Cacciola de volta

O príncipe Albert II, de Mônaco, confirmou ontem a decisão do Judiciário local e mandou extraditar o ex-banqueiro Salvatore Cacciola, que está há dez meses preso. Cacciola estava foragido na Itália e decidiu ir a Mônaco jogar num cassino, quando foi apanhado pela Interpol. O governo brasileiro calcula que poderá trazê-lo de volta em até 15 dias. (págs. 1 e 25)

Pane em SP pode ter sido falha humana

O presidente da Telefonica, Antônio Carlos Valente, disse que a pane de internet banda larga que deixou São Paulo sem bancos, delegacias e até serviços públicos pode ter sido causada por falha humana. Para o ministro Hélio Costa, o sistema é vulnerável. (págs. 1 e 29)

Estrangeiro na Bolsa tem fuga recorde

O saldo de investimentos estrangeiros na Bolsa de São Paulo – diferença entre compra e venda de ações – foi negativo em R$ 7,4 bi em junho, no pior resultado mensal desde o início de 1994. Muitos resgataram para cobrir perdas no exterior. (págs. 1 e 27)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo


Príncipe dá autorização para Cacciola ser extraditado

O príncipe Albert 2º de Mônaco, confirmou decisão da Justiça do país e assinou a autorização para a extradição do ex-banqueiro Salvatore Cacciola para o Brasil. Oito anos depois de fugir para a Itália, Cacciola deve ser trazido para o Brasil em 15 dias segundo o Ministério da Justiça, para cumprir sua pena. O ex-banqueiro ainda pode apresentar um último recurso contra a decisão do príncipe, mas sua advogada italiana, Alessandra Mocchi, disse que tudo dependeria do cliente. (págs. 1 e A4)

Presidente da Alstom aponta condenação sem julgamento

O francês Patrik Kron, presidente mundial da Alstom, afirma que seu grupo está sendo condenado sem julgamento. A empresa está sendo investigada no Brasil e na Europa sob suspeita de pagar propina a políticos. Kron, que veio a São Paulo assinar contrato de R$706 milhões com o Metrô, disse que a empresa tem tolerância zero com desvios éticos e não corrompe acusações envolvendo a Cegelec, que foi administrada pela Alstom.

Rádio Suíça afirma que Bogotá pagou para soltar Ingrid

Reportagem de rádio pública suíça afirma que a operação para resgatar Ingrid Betancourt foi uma “farsa” e que a soltura dos 15 reféns custou US$ 20 milhões entregues a um integrante das Farc. O governo da Colômbia disse não ter pago “um centavo” e divulgou vídeo com cenas da ação. (págs. 1 e A14)

Coluna: Gustavo Franco

Idéias econômicas radioativas podem produzir dragões: As pessoas estão exagerandamente assustadas com a inflação, a começar pelo ministro da Fazenda, e isso é muito bom. Os maiores de 50 sabem: a exposição a idéias econômicas radioativas pode fazer de animais frágeis serpentes que depois viram dragões. (págs. 1 e A2)

Editoriais

Leia “Lei seca” sobre a nova regra para bebida e direção e “Desaquecimento global”, acerca de juros na Europa. (págs. 1 e A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo


Governo apressa liberação de R$1,2 bi antes das eleições

Em junho e nos três primeiros dias de julho, o governo celebrou 1.262 contratos, no total de R$1,261 bilhão, informaram os repórteres João Domingos e Sônia Figueiras. O valor é 70,2% do que foi liberado nos cinco meses anteriores, R$1,794 bilhão. A movimentação das últimas semanas foi motivada pela lei Eleitoral, que definiu o dia de ontem como fim do prazo para firmar convênios com Estados e municípios. O dinheiro dos contratos assinados no prazo pode ser liberado durante a campanha para as eleições municipais de outubro. A aceleração dos convênios nas vésperas da campanha é uma tradição conhecida na burocracia como a “farra dos bois”. Desta vez, houve casos como o de Santa Maria (RS), cujo prefeito petista firmou em 6 de junho contrato de R$150 mil com o Ministério do Turismo. O dinheiro saiu em tempo recorde: foi liberado no mesmo dia. (págs. 1 e A4)

Comportamento: Jovens são os que mais respeitam a lei seca

Motoristas de 18 a 25 anos são os mais visados pela fiscalização. (págs. 1, C4 e C5)

Cacciola será extraditado para cumprir pena de 13 anos

depois de nove meses e meio de batalha nos tribunais de Mônaco, a extradição do ex-banqueiro Salvatore Cacciola foi autorizada ontem pelo príncipe Albert II. Condenado no Brasil a 13 anos de prisão por desvio de dinheiro público e gestão fraudulenta do Banco marka, Cacciola deve chegar ao Brasil na semana que vem. Agentes da Polícia Federal serão enviados para trazê-lo. (págs 1, B1, B3 e B4)

Bactéria eleva nível do colesterol bom

Cientistas brasileiros e argentinos descobriram que uma bactéria é capaz de elevar a presença do colesterol bom (HDL), no organismo humano. Voluntários que durante seis semanas comeram iogurte com microorganismo tiveram aumento de até 10% no nível de HDL, o suficiente para diminuir o risco de problemas cardiovasculares. (págs. 1 e A30)

Colômbia nega ter subornado as Farc

O comando militar colombiano negou ontem que os 15 reféns resgatados na quarta-feira tenham sido entregues pelas Farc em troca de dinheiro, ao contrário do que informou uma rádio estatal suíça. Ingrid Betancourt, a mais conhecida refém libertada, chegou ontem à França e foi recebida pelo presidente Nicolas Sarkozy. (págs. 1, A23 a A26)

Notas e Informações: O impacto do êxito de Uribe

Agora com as Farc nos estertores e Álvaro Uribe no apogeu, Hugo Chávez e seu adepto equatoriano Rafael Correa são os grandes derrotados na arena ideológica regional. (págs. 1 e A3)

Artigo: Maurilio Biagi Filho

A arma da paz: O álcool ajuda a inibir o preço da gasolina. (págs. 1 e A2)

————————————————————————————

Jornal do Brasil


Portaria permite expulsão de ONGs da Amazônia

Portaria publicada ontem no Diário Oficial da União que obriga todas as entidades autorizadas a trabalhar em áreas indígenas e de proteção ao meio ambiente a se recadastrarem num prazo de 120 dias permitirá a expulsão do país das organizações não-governamentais (ONGs) em situação irregular. Nos próximos três meses, o presidente Lula editará decreto regulamentando, pela primeira vez na história do país, a atuação das ONGs estrangeiras. “Vamos separar o joio do trigo”, explicou o ministro da Justiça, Tarso Genro. O governo não revela, mas já tem uma lista com cerca de 20 ONGs estrangeiras sob ameaça de expulsão. Principalmente aquelas ligadas a grupos externos que pregam a internacionalização da Amazônia. Oficialmente há 167 ONGs estrangeiras no país. Destas, 27 atuam na Amazônia, mas apenas sete estão com o registro em ordem. (Págs. 1 e País A3)

Banco Central muda conta de prejuízo

Medida provisória muda as regras para a contabilização dos prejuízos do Banco Central no mercado de câmbio. Para o economista Carlos Lessa, a perda é ainda maior do que a revelada ontem pelo JB. (págs. 1 e Economia A17)

O 3º mandato, na calada da noite

No rastro da libertação de Ingrid Betancourt, seqüestrada pelas Farc, a Corte da Colômbia tomou a decisão que permite ao presidente Álvaro Uribe disputar um terceiro mandato. Ingrid está na França, onde elogiou o presidente Lula. (págs. 1 e Internacional A21)

Cacciola será extraditado

Condenado pela Justiça brasileira por gestão fraudulenta e preso em Mônaco desde setembro do ano passado, o ex-banqueiro Salvatore Cacciola será extraditado para o Brasil em até 15 dias. O príncipe Albert II aceitou a decisão judicial local de extraditá-lo. (págs. 1 e País A4)

————————————————————————————

Correio Braziliense


Lei Seca salva vidas, mas bares vão ao STF

A aplicação da lei seca no Distrito Federal começa a surtir efeito nas estatísticas de trânsito. Dez dias após a entrada em vigor da nova regra, o número de acidentes fatais caiu pela metade. Foram registrados seis casos de 20 a 29 de junho. Nos 10 dias anteriores à norma, ocorreram 12 acidentes. Houve uma ligeira redução no total de mortes, passando de 12 para 11 na comparação entre os períodos. “Vamos esticar ainda mais a fiscalização”, avisa Jair Tedeschi, diretor-geral do Detran.

Na madrugada de ontem, motoristas flagrados com excesso de álcool no sangue (foto) tiveram a carteira suspensa por um ano, pagarão multa de R$ 955 e responderão a inquérito criminal. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes protocolou no STF uma ação de inconstitucionalidade contra a lei seca. Alega que a norma obriga o cidadão a produzir provas contra si mesmo, infringe o direito de ir e vir e a liberdade econômica. (págs. 1, 29 a 31 e Tema do Dia)

Eleições – cofre aberto para aliados

Palácio do Planalto liberou R$ 336 milhões em emendas individuais dos parlamentares no primeiro semestre. Valor é 33 vezes maior que o registrado em 2007. (págs. 1 e 2)

Concurso – Saúde contrata depois de 25 anos

Sem efetivar funcionários no quadro desde 1983, o Ministério da Saúde foi autorizado a abrir mil vagas para agente administrativo. Salário é de R$ 1.910,95. (págs. 1 e 19)

Ingrid nega farsa na selva

Recebida por Nicolas Sarkozy na primeira visita à França depois de libertada, Ingrid Betancourt rebateu informação de rádio suíça, de que sua liberdade teria sido comprada das Farc por US$ 20 milhões pelo governo da Colômbia. (págs. 1 e 24)

————————————————————————————

Valor Econômico


Estados facilitam o uso de créditos de R$15 bi

Com pequenas iniciativas, os Estados brasileiros começam a dar solução para uma das maiores pendências entre o setor público e os exportadores – os créditos acumulados do ICMS. A maioria dos Estados não divulga o valor da nota de débito que mantêm com exportadores e com outras indústrias, mas com o estoque é estimado em cerca de R$15 bilhões. Minas Gerais, Bahia e Paraná têm cada uma conta superior a R$ 1 bilhão. Em apenas um programa, São Paulo estima liberar R$6,8 bilhões em créditos do imposto no setor automobilístico. Nos programas que têm sido adotados, vale permitir às empresas saldar a conta de energia elétrica com o imposto acumulado, como em Santa Catarina; vender os créditos para outras companhias, como no Paraná; e até estimular investimentos com o uso do crédito, como a bahia.

Por si só, os programas estaduais não são capazes de resolver todos os problemas do atual sistema de ICMS. Isso levou empresas como a JBS e a Paranapanema a tomar medidas surpreendentes para amenizar as perdas com as distorções tributárias criadas pela guerra fiscal. Numa iniciativa incomum, a JBS desenvolveu uma linha de argumentos jurídicos e articulou em torno dela o que pretende ser uma nova corrente para defender as empresas contra as autuações do Estado de São Paulo relacionadas à guerra fiscal. A empresa tem hoje 52 autuações sobre o uso de incentivos considerados ilegais pela Fazenda paulista, que lhe cobra R$ 70 milhões em ICMS, juros e multas, ao mesmo tempo em que o frigorífico detém na mesma fazenda R$100 milhões em créditos acumulados do imposto, sem perspectiva de recuperação a curto prazo. A Eleuma, do grupo Paranapanema, descobriu que as distorções do ICMS tornam mais barato importar um insumo do Chile do que comprar com a mesma matéria-prima da Caraíba Metais, que pertence ao mesmo grupo. (págs. 1 e 14)

BC elevará salários para manter pessoal

O governo vai editar uma medida provisória (MP) com reajustes salariais superiores a 50% para tentar estancar a saída de funcionários do Banco Central. Alguns dos servidores mais antigos só esperam o aumento para deixar a casa levando aposentadorias mais alentadas. Nos próximos três anos, 1773 funcionários do BC devem se aposentar, o que representa 34,5% do quadro de pessoal. Considerado um centro de excelência no serviço público, o BC sempre perdeu funcionários para a iniciativa privada e para o próprio governo. Alguns nomes conhecidos que deixaram o banco são Gustavo Loyola, Pedro Parente e Fábio Barbosa. Nos últimos anos, os salários no BC passaram a ficar abaixo dos de outras carreiras de Estado semelhantes. No início de carreira, um analista do BC ganha R$7.082,40, bem menos que os R$10.155,32 recebidos por um auditor da Receita Federal. A MP pretende elevar até 2010, o salário inicial no BC para R$12,9 mil e a remuneração máxima para R$18,5 mil. (págs. 1 e C1)

Indústria vende mais

As vendas da indústria aumentaram 1,1% de abril a maio, segundo dados da CNI. Na série sem ajuste sazonal, o crescimento foi de 0,9%. Frente a maio de 2007, chegou 5,3%. No ano, a expansão é de 7,9%. (págs. 1 e A3)

Oferta menor , demanda aquecida e a especulação na crise de commodities (Eu&Fim de Semana)


Escalada do petróleo

Os preços do petróleo bateram novos recordes ontem, ultrapassando pela primeira vez a marca de US$ 145 no fechamento. Em Nova York, o barril encerrou a US$ 145,29 e o Brent, em Londres a US$ 146,08 (págs. 1 e B12)

Idéias: Claudia Safatle

Cada ponto percentual na inflação agrega encargo de R$3,6 bilhões à dívida pública. (págs. 1 e A2)

Idéias: Marcio Garcia

Especulação não explica inflação de commodities. (págs. 1 e A13)

————————————————————————————

Gazeta Mercantil


O dia em que a internet de São Paulo ficou por um fio

Uma falha no Speedy — serviço de conexão à internet por banda larga prestado pela Telefônica em São Paulo — mostrou como as empresas e a população são dependentes desse tipo de comunicação. O problema começou na manhã de quarta-feira e, até o início da noite de ontem, a operadora não tinha a menor idéia do que provocara a interrupção do acesso à web a seus clientes. Foram paralisados serviços públicos como a expedição de documentos e boletins de ocorrência em delegacias. Profissionais liberais como corretores de seguro não conseguiam sequer fazer cotações de preços. Companhias de transportes foram impedidas de emitir passagens. Os problemas se acumularam de tal maneira que o presidente da Telefônica, Antônio Carlos Valente, entrou em contato pessoalmente com seus principais clientes e autoridades para desculpar-se pelo ocorrido.A empresa comunicou ter restabelecido às 20h30 os serviços na Grande São Paulo, no Vale do Paraíba e no litoral paulista, mas os problemas continuavam no interior. Também não confirmou ter encontrado um diagnóstico preciso do problema, apesar de esforços da equipe interna e fornecedores de tecnologia. (págs 1, A7 e A8)

Primeiro Plano: Linha branca cresce menos

As fabricantes de linha branca começaram a repassar a alta do preço do aço e o setor revisou para baixo o crescimento no ano. (págs. 1 e C3)

Plantar soja dará lucro dobrado

Mesmo com custos altos, grão trará o dobro de renda ao produtor. (págs. 1 e C6)

Inflação provoca fuga de capital externo da bolsa

O aumento da inflação no mercado global, impulsionado pela escalada do preço do petróleo e das commodities e aliado à queda do resultado das empresas nos mercados desenvolvidos, tem provocado um movimento de aversão ao risco por parte dos investidores estrangeiros, levando a uma fuga de capitais dos países emergentes. Só em junho, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registrou saída de R$7,415 bilhões de capital estrangeiro, acumulando saldo negativo de R$ 6,65 bilhões no primeiro semestre de 2008. A saída dos investidores externos, cuja participação é de 35,3% em relação ao volume negociado, levou o Ibovespa a acumular perda de 7,22% no ano. Ontem, a bolsa fechou em baixa de 3%, acumulando queda de 7,85% na semana. (págs. 1 e B1)

Opinião: Paulo Skaf

É absolutamente equivocada, e até desrespeitosa com a sociedade brasileira, a intenção de criar a CSS para “substituir” a CPMF. (págs. 1 e A3)

Opinião: klaus kleber

A economia é o mote da campanha eleitoral nos EUA. Mais importante, porém, é o rumo da política exterior americana no futuro. (págs. 1 e A2)

————————————————————————————

Jornal do Commercio



-Lei seca e bares lotados (pág.1)

-Ministro envia carta de desculpas ao governador Eduardo (pág.1)

-Justiça determina volta de 50% dos grevistas dos Correios (pág.1)

-Falta de gasolina será investigada (pág.1)

————————————————————————————

Agência Brasil

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: