Ministro Gilmar Mendes vai julgar pedido de liminar para soltar Daniel Dantas e a irmã

Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal

Brasília – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, vai julgar o pedido de liminar feito hoje (8) pela defesa do banqueiro Daniel Dantas e sua irmã, Verônica Dantas, em habeas corpus impetrado contra a prisão deles pela Polícia Federal, durante a Iperação Satiagraha.

Além de Daniel e Verônica, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e o megainvestidor Naji Nahas e mais 15 pessoas foram presas durante a operação, realizada hoje em São Paulo e no Rio. Os presos são  acusados  de lavagem de dinheiro, corrupção ativa, formação de quadrilha e evasão de divisas.

A informação foi divulgada pelo Supremo em sua página na Internet. O pedido será analisado pelo presidente do STF porque os ministros da Corte gozam férias durante o mês de julho. Os  advogados pedem que Dantas  e sua irmã aguardem em liberdade as investigações da  Polícia Federal. O habeas corpus deu entrada no STF em junho, pedindo  salvo-conduto para impedir a possível ordem de prisão ou de busca e apreensão contra ambos, além  de garantir o acesso da defesa aos autos do inquérito aberto na 6ª Vara Federal de São Paulo.

O relator do habeas corpus pediu informações no processo, ministro Eros Grau, ainda em junho, e abriu vistas dos autos à Procuradoria-Geral da República para elaboração do parecer, que foi entregue hoje ao STF. Com a prisão de Daniel e Verônica Dantas, a defesa entrou, também hoje, com uma petição no processo de habeas corpus, pedindo a concessão da liminar em favor do banqueiro e sua irmã.

==========

Jorge Wamburg
Repórter da Agência Brasil

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: