“Multem à vontade, mas meu silêncio não vão conseguir”, diz Requião sobre censura

“Multem à vontade, mas meu silêncio não
vão conseguir”, diz Requião sobre censura
O governador Roberto Requião foi firme ao reagir nesta terça-feira (8) contra a censura prévia imposta a ele por decisão judicial pedida pelo Ministério Público Federal. “Não é possível que se imagine que o governador do Paraná vai se dobrar e se colocar no silêncio subserviente diante da pressão de uma procuradora do Ministério Público Federal e de alguns juízes. Os princípios da democracia e da liberdade no Brasil valem muito para que eu ceda”, disse, durante a reunião semanal da Escola de Governo, realizada no auditório do Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba.
– “Não tenho o direito de me calar”, diz Requião
Federação Nacional dos Jornalistas
diz que censura prejudica cidadãos
O presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murillo Andrade, afirmou nesta terça-feira (8) que a proibição imposta ao governador Roberto Requião de emitir críticas na TV Paraná Educativa acaba prejudicando, principalmente, o cidadão. Ele disse ainda que a Fenaj é contra quaisquer ações que visem censurar manifestações e expressões de opinião. “Nem o governador nem outro cidadão devem ser de maneira prévia censurados”, disse.
– “É espantoso este tipo de repressão”, diz jornalista Raimundo Pereira

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: