Argentina já começou a devolver energia elétrica fornecida pelo Brasil, diz Lobão

Rio de Janeiro – A Argentina começou a devolver, antecipadamente, a energia que o Brasil vinha fornecendo ao país vizinho para evitar crise de abastecimento. A informação foi dada hoje (10) pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, que visitou a sede do Operador Nacional do Sistema (ONS), no Rio de Janeiro.

Segundo ele, o acordo entre o Brasil e a Argentina previa que país fornecesse, diariamente, aos argentinos cerca de 900 a mil megawatts (MW) nos meses de maio, junho e julho – parte proveniente de fontes hidrelétricas e parte de fontes térmicas. Em contrapartida, a Argentina devolveria os mesmos volumes fornecidos para o Brasil nos meses de setembro, outubro e novembro.

Lobão disse que a Argentina devolveu ao Brasil cerca de 1.000 megawatts de energia e que, hoje, deveria estar devolvendo mais cerca de 1,2 mil megawatts.

Na avaliação do ministro, a antecipação da devolução de energia é “uma sinalização de que a situação começa a se normalizar. Esta antecipação do acordo é prova de que não havia nenhum risco de perdemos esta energia fornecida à Argentina nos moldes em que o foi feito”.

Para Lobão, o sistema de integração adotado funcionou em sua plenitude. “Ajudamos um país amigo, que necessitou da energia em um momento dramático da vida deles, com um inverno muito rigoroso, e agora começa a haver a devolução do volume fornecido”, observou.

O ministro informou ainda que o Brasil recebeu cerca de 200 megawatts de energia da Venezuela para abastecer o estado de Roraima e, em contrapartida, forneceu cerca de 70 megawatts para atender a uma demanda do Uruguai.

Com relação ao volume fornecido à Argentina, a partir das unidades térmicas, Lobão esclareceu que o país recebeu por essa energia, em dinheiro, “a preço de mercado”.

==========

Nielmar de Oliveira
Repórter da Agência Brasil

One Comment

  1. Diana
    Posted sexta-feira, 11, julho 2008 - at 11:35 am | Permalink

    Não vejo nada de mal em socorrer nossos queridos vizinhos Argentinos, uma vez que, somos brasileiros e este sempre foi e será o nosso lema: ser solidário com os nossos e outros. Temos sim que ajudar, assim seremos uma nação firme e unida.


Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: