Rei da Jordânia quer atuação do Brasil pela paz no Oriente Médio

Diógenis Santos
O rei Abdula 2º (D) foi recebido pelo presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia.
====================
Em visita ao Congresso nesta quinta-feira, o rei Abdula 2º, da Jordânia, disse que acredita no início de um novo capítulo nas relações políticas e econômicas entre o Brasil e o seu país. Ele destacou que as nações do Oriente Médio gostariam de ver o Brasil desempenhar um papel mais importante no cenário mundial, principalmente no processo de paz entre Israel e Palestina.

Ao comentar os efeitos da crise financeira no mundo, o rei observou que no Oriente Médio alguns países têm mais dificuldades porque não contam com riquezas naturais. “Quando falamos em responsabilidade social e regional, precisamos ajudar quem sofre mais. A estabilidade mundial envolve todos”, acrescentou.

Ele também lembrou a importância do apoio à classe média: “A crise surge em um momento de fortalecimento da classe média em meu país. Nosso desafio é duplo: devemos proteger os mais pobres e apoiar a classe média, pois ela precisa estar forte para haver desenvolvimento”.

Laços fortalecidos
O rei veio ao Brasil junto com uma comitiva de empresários que buscam negócios com o País. De acordo com o governo da Jordânia, o comércio bilateral pode ser ampliado em setores como os de fertilizantes, farmacêuticos, têxteis e de tecnologia.

Durante o encontro, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, lembrou que esta é a primeira vez em que um rei da Jordânia vem ao Brasil, e mencionou o esforço de Abdula 2º pela paz na região.

Chinaglia destacou a relevância da visita e do apoio, dos países do Oriente Médio, à aproximação cultural e ao estreitamento das relações comerciais com a América Latina. “O comércio entre os nossos países aumentou quase dez vezes nos últimos anos. Espero que esta visita ajude a melhorar ainda mais esse intercâmbio”, salientou.

O deputado Paulo Henrique Lustosa (PMDB-CE), um dos coordenadores da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente, pediu a participação de parlamentares da Jordânia no 3º Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que acontecerá de 25 a 28 de novembro no Rio de Janeiro. O rei disse que vai se empenhar para que esse convite seja atendido.

O encontro com Abdula 2º teve também as presenças do embaixador do Brasil na Jordânia, Fernando de Abreu; do presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, deputado Marcondes Gadelha (PSB-PB); e dos deputados Osmar Serraglio (PMDB-PR), Átila Lins (PMDB-AM) e Darcísio Perondi (PMDB-RS).

Notícias anteriores:
Deputados se mobilizam por paz entre Israel e Palestina

Reportagem – Idhelene Macêdo/Rádio Câmara
Edição – João Pitella Junior

 

==========

 

One Comment

  1. Posted segunda-feira, 12, janeiro 2009 - at 18:19 pm | Permalink

    Olá

    Eu sou totalmente a favor da paz e espero que essa guerra inutil acabe logo,pois uma enorme quantidade de inocentes foram mortos a toa,por um motivo banal,uma guerra sem sentido,e que parece nunca ter fim.
    Te convido a conhecer meu blog tb,espero sua visita.

    Abraços.


Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: