Projeto busca interação do trabalhador com a cultura e a saúde

Brasília – O Ministério da Cultura lança hoje (6), às 16h, o Projeto Vidas Paralelas, que visa a promover uma interação do trabalhador com a cultura e a saúde e a dar mais visibilidade ao mundo do trabalho, por meio das expressões artísticas e culturais da classe trabalhadora.

Vão ser realizadas apresentações de curtas-metragens, das 16h30 às 17h30 no Auditório Guimarães Rosa, do ministério, com entrada gratuita. Na ocasião, serão exibidos os filmes Trabalhadora Saindo da Fábrica, de José Luiz Torres Leiva (filmado no Chile em 1989); Ilha das Flores, de José Furtado (feito no Brasil em 2005) e Brilho dos meus Olhos, de Alan Ribeiro (também rodado no Brasil em 2006).

O desenvolvimento do Projeto Vidas Paralelas está a cargo da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, em parceria com o Ministério da Saúde, a Rede Escola Continental em Saúde do Trabalhador e a Universidade de Brasília (UnB).

Comente

Required fields are marked *
*
*

%d blogueiros gostam disto: